Implante coclear

O Implante Coclear é um aparelho implantado na orelha cirurgicamente e capaz de estimular diretamente o nervo auditivo, causando sensações sonoras.

O Implante Coclear tem uma porção interna, que fica dentro da orelha do paciente, e uma porção externa, que é acoplada logo atrás da orelha e se mantém em posição por meio de um imã.

O Implante Coclear já é usado no mundo todo há mais de 30 anos e não é uma tecnologia experimental.

Em linhas gerais, pessoas com perda auditiva severa à profunda bilateral que não têm benefícios com aparelhos auditivos convencionais são candidatos ao Implante Coclear. É claro que existe uma infinidade de nuances na indicação deste que devem ser discutidas com o paciente ou, no caso das crianças, com os familiares e responsáveis.

Uma pergunta frequente: Quem coloca um Implante Coclear volta a ouvir normalmente?

Não. O Implante Coclear permite que a pessoa implantada volte a ouvir sons. Em muitos casos é possível, inclusive, compreender a fala humana, mas certamente não se trata de uma audição normal (distinguir entre as vozes de diferentes pessoas, por exemplo, é muito difícil para o implantado).

Há pacientes implantados que conseguem falar ao telefone, como também há pacientes cujo implante ajuda apenas a perceber os sons sem conseguir compreender a fala. O quanto a pessoa implantada será capaz de compreender depende de muitos fatores, dentre eles o tempo que a pessoa ficou sem ouvir (tempo entre a perda auditiva e a cirurgia de implante), se o paciente já ouviu em algum momento ou não, se tem algum código linguístico estabelecido (sabe se comunicar de alguma forma), etc.

Pessoas que ouviam normalmente e, por qualquer motivo, vieram a perder a audição e então foram implantadas, relatam que o som proporcionado pelo Implante Coclear é um tanto robótico, metálico. Por outro lado, devolver a alguém que nada escuta alguma sensação sonora, muitas vezes permitindo a compreensão da fala, é sem dúvida um grande progresso.

É impossível saber exatamente o que um paciente implantado escuta – e isso certamente varia de caso para caso.

Todo convênio que tenha cobertura para cirurgia é obrigado a cobrir o Implante Coclear, pois o mesmo consta no rol de procedimentos básicos da ANS.

Médicos que realizam as cirurgias de Implante Coclear e Prótese de Baha:

Celso Gonçalves Becker – CRM 17428

Vanessa Ribeiro Orlando – CRM 49620